quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Usina de Transformação - Ação Comunitária

Você sabia que um grupo de moradores da comunidade ARATU no Bairro Mutirão em Bayeux, está participando de um desafio comunitário juntamente com outras Instituições e grupos de São Paulo – SP, Votorantim – SP, Sorocaba – SP e Teresina – PI?

NÃÃÃOOOOOOOO!!!!!!!!!!

Você sabia que durante oito semanas esse grupo estará desenvolvendo tarefas de mobilização e motivação da comunidade? Essas tarefas fazem parte da Usina de Transformação promovida pelo Centro Brasileiro de Tratamento Comunitário e tem por objetivo causar impacto e transformação na comunidade ARATU.

GOSTARIA DE SABER MAIS INFORMAÇÕES?

Na comunidade ARATU procurar Kita, Vera, Ronaldo, Neide, Osvaldo, Cláudio, Misael e José Carlos.

BLOG DA USINA - http://sites.google.com/site/usinadetransformacao/

COMUNIDADE DE BAYEUX PARTICIPA DA USINA DE TRANSFORMAÇÃO

Visando a organização comunitária um grupo de moradores da Comunidade ARATU, localizada no Bairro Mutirão da cidade de Bayeux – PB está participando, juntamente com Instituições de diversas cidades brasileiras, de um desafio denominado USINA DE TRANSFORMAÇÃO – AÇÃO COMUNITÁRIA.

A USINA DE TRANSFORMAÇÃO – AÇÃO COMUNITÁRIA é uma iniciativa do Centro de Formação e Tratamento Comunitário – CFTC localizado em São Paulo capital que trabalha na divulgação e multiplicação de uma nova proposta de inclusão e intervenção social que tem a comunidade como protagonista fundamental baseada no Modelo de Tratamento Comunitário.

Participam desse desafio nacional as seguintes Instituições parceiras: o Centro Dom Hélder Câmara (Bayeux – PB), Fraternidade “O Amor é a Resposta” (Teresina – PI), Lua Nova (Sorocaba – SP), Pode Crer (Votorantim – SP), CAP’s Jovem (Sorocaba – SP) e Reciclázaro (São Paulo – SP). Esta ação faz parte do Tratamento Comunitário que cada Instituição está desenvolvendo junto a uma comunidade carente do seu município e terá apoio técnico e financeiro do CFTC.

A idéia é mobilizar, durante oito semanas, grupos de diversas partes do país a participarem de uma gincana que visa causar impacto e TRANSFORMAÇÃO nas comunidades e no seu entorno. Durante esses 02 meses a comunidade será desafiada a pensar mais criticamente os problemas enfrentados em seu cotidiano, explorar o potencial local, estabelecer parcerias com entidades, instituições e grupos, como também fortalecer e ampliar as redes locais.

Os participantes, responsáveis pelo cumprimento das provas, são chamados de USINEIROS. Cada localidade também tem seus ANJOS, pessoas da comunidade ou ligadas as Instituições parceiras, que vão ajudar os usineiros a cumprirem todas as tarefas propostas.

Os grupos que conseguirem realizar todas as provas do desafio ganharão um PRÊMIO SEMENTE que será um valor simbólico assim denominado porque tem a finalidade de impulsionar uma ação social pensada pelos moradores que beneficiará todos da comunidade. É importante frisar que os grupos não estão competindo entre si, à meta é cumprir todas as tarefas dentro dos critérios de avaliação estabelecidos e entregar os produtos esperados. Cada produto entregue será avaliado por três jurados dos estados de Pernambuco, Ceará e São Paulo, pessoas que são referência no trabalho social em comunidades.

Mais informações sobre a USINA DE TRANSFORMAÇÃO, as instituições parceiras e as provas semanais do desafio podem ser adquiridas no site:

http://sites.google.com/site/usinadetransformacao/

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Lia de Itamaracá brinda o aniversário de 10 anos do Centro Dom Hélder Câmara

O Centro do Hélder Câmara completa sua primeira década de atuação com crianças, adolescentes e agora Melhor Idade na comunidade Mário Andreazza com uma série de eventos culturais. As comemorações acontecem no período de 04 a 10 de outubro de 2009.

Entre as diversas atividades destacamos o show da artista popular Lia de Itamaracá no dia 04 de outubro (domingo). Lia de Itamaracá, uma lenda viva da cultura popular brasileira doou gentilmente seu cachê e, fará uma apresentação inesquecível a partir das 19h30 no bairro Mário Andreazza – Bayeux/PB.

O show de Lia de Itamaracá é apenas a abertura das comemorações dos 10 anos de vida ativa do Centro Dom Hélder Câmara que como afirma Ricardo Rian, o coordenador da Instituição, o Centro Dom Hélder tem se preocupado com a melhoria da qualidade de vida de toda comunidade: “ao longo de nossa história temos sonhado e, acredito eu temos construído diversas ações que tem atuado decisivamente no desenvolvimento social de nossa comunidade, começamos trabalhando 75 crianças e adolescentes e hoje atendemos 560 pessoas das mais variada faixa etária”.

Após as solenidades de abertura (Missa e show de Lia de Itamaracá) toda a população do bairro e da cidade de Bayeux participará da 4ª Semana Cultural. Este evento, tradicional no Mário Andreazza, já revelou diversos talentos para o cenário Cultural Brasileiro.

A 4ª Semana Cultural e toda as comemorações dos 10 anos do centro Dom Hélder Câmara é um evento totalmente aberto ao público e funcionará durante os três turnos no horário das 09h às 22h no período de 05 a 09 de outubro e contará com apresentações culturais, tais como dança popular, grupos musicais, capoeira; além de oficinas e mostras artísticas.

MAIS INFORMAÇÕES

(83) 3232 – 3843 Patrícia Luna

(83) 8834 – 8272 Ricardo Rian

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

O cravo e a rosa

video

Cantiga de roda encenada pelos/as educandos/as do Centro Dom Helder Câmara.

Brincadeiras Folclóricas

video

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Cultura na Praça

A Cultura na Praça tem o objetivo de oferecer a comunidade momentos de integração, informação e socialização através da cultura, pois não havia momentos como esse. Todas as últimas sextas-feira de cada mês apartir das 17:30hs às 18:30hs, na praça da Paz na comunidade do Mario Andreaza, apresentações culturais da instituição e de grupos da comunidade.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Espetáculo Boi Germinal

A idéia de produzir um espetáculo do boi germinal surgiu nas oficinas de dança, percussão e capoeira, juntamente com os/as educandos/as, surgindo uma linha contemporânea, resgatando a cultura popular, dentro de uma perspectiva de incentivo ao protagonismo juvenil, ou seja, os próprios educandos/as apresentaram sugestões para um melhor desenvolvimento do espetáculo, no caso, inserindo interpretação textual. O espetáculo vem retratar a realidade das crianças e adolescentes que vivem nas ruas convivendo, muitas vezes, com o boi (da cara preta), que é a fome, a violência, a falta de moradia, o abuso e a exploração e o trabalho infantil. No entanto, em contraste com uma realidade tão cruel, com todas essas problemáticas, durante o espetáculo veremos cenas de momentos de felicidades retratadas pelos/as educandos/as, as quais demonstram a capacidade da criança e os adolescentes de tentar driblar dentro do seu mundo particular uma realidade tão feia. As construções coreográficas foram baseadas em cima de músicas de compositores nordestinos como: Marcos Fonseca do Ceara e Adeildo Vieira da Paraíba. Também contamos com a participação do educador de violão do CDHC Rivando. Duração: 20 minutos
Ficha Técnica Coreografias: Izzah Ribeiro, Mazinho e educandos/as Composição Musical Adeildo Vieira e Marcos Fonseca Arranjos Musicais Luciano Oliveira Colaboradores Enos Cunha Elizete Medeiros
Produção textual Geyzy Severo Ricardo Ferreira Mazinho Elizete Medeiros Figurino Izzah Ribeiro Elizete Medeiros Educandos/as Narração Geyzy Severo Luana Vocais Izzah Mazinho
Dançarinos
Emilly Guimarães Eduarda Lopes Jecielly Gabriel Viturino Josivan Bezerra Ozineide Rosicleide Lucas Jackson Vanessa Maria
Violão
Rivando Mauricio Capoeira e Maculelê Alan da Silva Amós da Silva Iagna Larissa Jéssica Gomes Paulo Lamarques Jonh Allyson Fernandes Rafaela Januário Percussão Anderson Lima Daniel da Silva Danielle Martins Elias Alves Luciano Oliveira Sanilo Fernandes
Brincantes
Ricardo Ferreira Joyce Ribeiro
Rafael Cosmo Direção Geral
Izzah Ribeiro Luciano Oliveira Mazinho

terça-feira, 25 de novembro de 2008

III Semana de Arte e Cultura do Centro Dom Hélder Câmara

Justificativa

A realização da III Semana de Arte e Cultura do Centro Dom Hélder Câmara: O CENTRO MOSTRA SUA ARTE é uma iniciativa que visa contribuir com o processo educacional das crianças e adolescente atendidos pela Instituição fortalecendo seu potencial artístico e cultural e promovendo a valorização da cultura local.
Tem a perspectiva de articular e socializar as vivências práticas e as produções desenvolvidas nas oficinas de arte-educação oferecidas pela Instituição que têm por base o saber cotidiano dos/as educandos/as.
Visa também à promoção de um espaço de socialização e lazer para a comunidade do Bairro Mario Andreazza – Bayeux - PB.
Programação da Abertura
1° dia: Segunda-feira (01/12/08)
Turno: Noite
19:00 - Abertura do Evento
19:10 - Prêmio Capoeira Viva (Centro Dom Hélder Câmara)
19:20 - Apresentação de Maculelê (Oficina de capoeira do CDHC)
Apresentações Culturais:
19:40 - Apresentação do Grupo de Cultura Popular Boi dos Cajueiros (Nélio Torres) – Prêmio Culturas Populares/2007 – Ministério da Cultura
20:10 - Apresentação da Banda 06 de Junho (Bayeux - PB)
20: 40 - Apresentação do Grupo Realidade (CDHC)

III Semana de Arte e Cultura do Centro Dom Hélder Câmara

III Semana de Arte e Cultura do Centro Dom Hélder Câmara
O CENTRO MOSTRA SUA ARTE

Período: 01 a 05 de dezembro de 2008

I Intercâmbio Cultural de Capoeira Angola

II Concurso de Redação

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Inscrições - II Concurso de Redação do Centro Dom Hélder Câmara

Tema: “Fases da Vida”
Período de Inscrição: 07/11/08 a 05/12/08
Divulgação dos/as Ganhadores/as: 16/12/08
Categorias:
1) Ensino Fundamental (2º ao 5º ano)
2) Ensino Fundamental (6º ao 9º ano)
3) Ensino Médio
Temáticas:
- O que é ser criança no bairro Mario Andreazza?
- O que é ser adolescente no bairro Mario Andreazza?
- O que é ser jovem no bairro Mario Andreazza?
- O que é ser adulto no bairro Mario Andreazza?
- O que é ser idoso mo bairro Mario Andreazza?
Observação:
O/a candidato/a deverá escolher um dos temas sugeridos.
Inscrições:
Local: Biblioteca do Centro Dom Hélder Câmara
Horários (terça a sexta):
Manhã – 8:00 às 11:00
Tarde – 14:00 às 17:00

Regulamento do II Concurso de Redação do Centro Dom Hélder Câmara

REGULAMENTO
1. CONCURSO
O Centro Dom Hélder Câmara promove o II Concurso de Redação “Fases da Vida”, iniciativa que tem como objetivo principal despertar nos estudantes do bairro Mario Andreazza o gosto pela leitura e escrita.
Este concurso também visa contribuir com o processo de letramento desses estudantes à medida que instiga a leitura crítica da sua realidade nas diferentes fases da vida.
O concurso está dividido em 03 (três) categorias e é direcionado aos alunos/as regularmente matriculados/as nas Escolas Públicas do bairro e aos educandos/as que freqüentam o Centro Dom Hélder Câmara. Os/as alunos/as que tiverem na condição de desistentes ou evadidos serão desclassificados do processo.
2. CATEGORIAS

1) Ensino Fundamental (2º ao 5º ano)

2) Ensino Fundamental (6º ao 9º ano)

3) Ensino Médio

Os candidatos deverão produzir textos originais e criativos com o mínimo de 20 e máximo de 25 linhas de acordo com a temática escolhida.

- O que é ser criança no bairro Mario Andreazza?

- O que é ser adolescente no bairro Mario Andreazza?
- O que é ser jovem no bairro Mario Andreazza?
- O que é ser adulto no bairro Mario Andreazza?
- O que é ser idoso no bairro Mario Andreazza?
Cada aluno/a poderá concorrer, individualmente, com apenas uma redação. Serão eliminadas as redações que não obedecerem aos critérios desse regulamento.
3. INSCRIÇÃO

As redações devem ser inéditas e entregues no ato da inscrição em formulário próprio.

As redações serão avaliadas pela Comissão Julgadora composta por profissionais habilitados indicados pela Coordenação do concurso. As decisões da Comissão Julgadora não serão susceptíveis de recursos e impugnações.

Em caso de empate, serão utilizados os seguintes critérios para desempate:

1° Maior nota no quesito – criatividade e originalidade nas idéias apresentadas;

2° Maior nota no quesito – domínio do padrão escrito;

Maior síntese das médias referentes ao 1º/2º e 3º bimestre.

Ao assinar o formulário de redação, o/a candidato/a declara-se ciente e de acordo com as normas do presente Regulamento.

Para participação no concurso e recebimento da premiação é condição que o/a aluno/a seja regularmente matriculado e esteja freqüentando as aulas.

Os prêmios serão entregues em mãos, somente ao aluno/a não havendo possibilidade de representação.

As redações encaminhadas à Coordenação do concurso não serão devolvidas aos candidatos.

Os/as candidatos/as devem autorizar a divulgação de seus trabalhos; para tanto deverão preencher no ato da inscrição uma autorização para sua divulgação a ser disponibilizada pela coordenação do concurso.

Quando os candidatos forem menores de idade, tal autorização deverá ser assinada pelos pais ou responsável.

Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação do Concurso de Redação.

No ato da inscrição o/a educando/a deverá passar a limpo seu texto em formulário próprio cedido pelo CDHC e preencher a ficha de inscrição.

As inscrições serão realizadas na Biblioteca Comunitária do CDHC ou na Secretaria da Instituição. No momento da Inscrição o candidato deverá entregar o texto juntamente com a autorização para divulgação.

4. RESULTADOS

O regulamento deste concurso será divulgado nas Escolas do bairro e no blog do Centro Dom Hélder Câmara. Os textos selecionados serão premiados no dia 16 de dezembro de 2008 às 9:30 no Ginásio do Centro Dom Hélder Câmara.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Oficinas nas escolas públicas do município sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

A partir do estudo da temática abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes com os/as educandos/as do CDHC iniciamos um trabalho educativo de sensibilização e divulgação do tema nas escolas públicas de Bayeux.

O trabalho com essa temática é corrente nas atividades do Centro, mas agora surge a necessidade de realizar um trabalho educativo nas escolas com objetivo de discutir junto aos estudantes os aspectos característicos desse tipo de violência. Inicialmente os/as educandos/as realizaram pesquisas, estudo e debates sobre o tema, como também participaram de oficinas com o Conselho Tutelar do município, instituição que vem sendo nossa parceira no desenvolvimento desse projeto, vivenciando um processo de capacitação para que assim pudessem organizar uma proposta de trabalho em forma de oficina.
A oficina é ministrada pelos próprios adolescentes que organizam uma pauta de trabalho e no desenvolvimento do trabalho tem uma educadora e um membro do Conselho Tutelar como apoio. Neste primeiro semestre foram realizadas 03 oficinas atendendo 90 adolescentes da rede pública municipal.
Este semestre as oficinas de ludo e estudo estão vivenciando a cada bimestre seminários internos de apresentação das temáticas estudadas nas oficinas pedagógicas. A idéia é estimular a oralidade das crianças e adolescentes e sua desenvoltura, como também reforçar as aprendizagens desenvolvidas nas oficinas.
No primeiro bimestre os temas trabalhados foram os mesmos abordados na Via Sacra/2008. No segundo bimestre os temas abordados foram diversos: abuso de exploração sexual de crianças e adolescentes, os personagens de Monteiro Lobato, a importância das hortaliças na nossa alimentção entre outros.

Oficinas nas escolas públicas do município sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

A partir do estudo da temática abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes com os/as educandos/as do CDHC iniciamos um trabalho educativo de sensibilização e divulgação do tema nas escolas públicas de Bayeux.
O trabalho com essa temática é corrente nas atividades do Centro, mas agora surge a necessidade de realizar um trabalho educativo nas escolas com objetivo de discutir junto aos estudantes os aspectos característicos desse tipo de violência.
Inicialmente os/as educandos/as realizaram pesquisas, estudo e debates sobre o tema, como também participaram de oficinas com o Conselho Tutelar do município, instituição que vem sendo nossa parceira no desenvolvimento desse projeto, vivenciando um processo de capacitação para que assim pudessem organizar uma proposta de trabalho em forma de oficina.

A oficina é ministrada pelos próprios adolescentes que organizam uma pauta de trabalho e no desenvolvimento do trabalho tem uma educadora e um membro do Conselho Tutelar como apoio. Neste primeiro semestre foram realizadas 03 oficinas atendendo 90 adolescentes da rede pública municipal.

Dia da Beleza da Mulher (Maio/2008)

Este ano o Centro Dom Hélder Câmara organizou uma programação diferente para comemorar o Dia Internacional da Mulher. No dia 17 de maio realizamos o Dia da Beleza da Mulher. Esta ação objetivou proporcionar a elevação da auto-estima das mulheres do bairro e promovendo a beleza e a saúde da mulher.

Palestra com Drº Carlos sobre a saúde da mulher A programação estava composta de oficinas (dicas de maquiagem, cuidados com a pele, saúde da mulher, auto-estima, cuidados com os cabelos, confecção de sabonetes e perfumes) e serviços de beleza (unhas decoradas, lavagem e corte de cabelo, escova e sobrancelha) gratuitos para todas as participantes.

Oficina: confecção de sabonetes e perfumes artesanais

As inscrições foram feitas antecipadamente na secretaria do Centro. Para realização desse evento contamos com a colaboração de vários profissionais de beleza de João Pessoa e de Bayeux e da Secretaria de Ação Social de Bayeux. Mais de 80 mulheres foram beneficiadas.

Serviços de beleza oferecidos gratuitamente a todas as mulheres presentes no evento. Nesta ação contamos com a colaboração de vários profissionais do Bairro Mario Andreazza e da cidade de João Pessoa - PB.

Educandos/as prticipam de Oficina sobre o Bumba-meu-boi

Foi com muito entusiasmo que os/as educandos/as do Centro Dom Hélder Câmara receberam a visita do compositor NÉLIO TORRES do PROJETO BOI DOS CAJUEIROS no final do mês de maio. O artista veio ministrar uma oficina sobre BUMBA-MEU-BOI em intercâmbio com as oficinas de dança, percussão e capoeira.

Na oportunidade Nélio convidou os/as educandos/as a participarem do show na Praça Antenor Navarro no Centro Histórico de João Pessoa – PB. O evento aconteceu no dia 08/06/2008 e constava na programação do PROJETO "VIVA O CENTRO" que tem o apoio da SETUR, SEDES e FUNJOPE. O evento contou com a participação de outros grupos como Maracaíba, Bastos do Acordeon, Levi Tibiri entre outros artistas.
O Projeto BOI DOS CAJUEIROS
É um boi que tem trabalho de pesquisa do compositor Nélio Torres sobre o Boi da Paraíba, de Pernambuco e do Maranhão, envolvendo temas autorais do compositor e do domínio público. O grupo Boi dos Cajueiros é uma iniciativa cultural de amantes e brincantes das histórias da nossa terra, e que está revitalizando o Boi de Maricá com apoio da Casa da Cultura. Falando de nossas tradições o Boi se torna bem atual, pois mesmo nas sociedades urbanas, ele representa a síntese do espectro de nosso meio ambiente, que ainda não aprendeu a conviver com os animais que nos rodeiam e, como todo animal gostaria de ser tratado pelo homem, com respeito e carinho. Mais informações sobre o artista no site: http://www.neliotorres.com.br/index.html

terça-feira, 22 de julho de 2008

EQUIPE 03 – ECOLOGIA 10 (1º LUGAR) - TARDE

Pontuação – Coleta de Material Reciclável

PET-1.600 pontos

Vidro-154 pontos

Caixa grande-129 pontos

Caixa pequena-2,50 pontos

Sacola de jornal ou papel-10 pontos

Latinhas-21 pontos

Embalagem de Plástico-14 pontos

Lata-8 pontos

Bandeja de ovos-0,50 pontos

Embalagem (danone/todinho)-0,60 pontos

Tampinhas-1,40 pontos

Outros materiais (sacos grandes de papelão/plástico, litro grande e rolos de papel)-51 pontos

Total – 1.992,00 pontos

Pontuação das Provas

Organização, envolvimento e disciplina – 240 pontos

Grito de guerra – 280 pontos

Nome da equipe – 280 pontos

Caracterização – 220 pontos

Animação – 260 pontos

Símbolo – 280 pontos

Cartaz – 260 pontos

Folder – 180 pontos

Ação solidária na comunidade – 100 pontos

Cadastro de catador e apresentação – 60 pontos

Coleta de material reciclado – 1.992,00 pontos

Apresentação de telejornal – 260 pontos

Produção textual – 280 pontos

TOTAL GERAL – 4.692,00 pontos

EQUIPE 06 – TREM DA RECICLAGEM (2º LUGAR) - TARDE

Pontuação – Coleta de Material Reciclável

PET-740 pontos

Vidro-269,50 pontos

Caixa grande-60 pontos

Caixa pequena-22,50 pontos

Latinhas-1,50 pontos

Embalagem de Plástico-30,50 pontos

Lata-0,50 pontos

Bandeja de ovos-0,10 pontos

Tampinhas-3,30 pontos

Embalagem (danone/todinho)-1,20 pontos

Outros materiais (peças de plástico)-12 pontos

Total – 1.141,10 pontos

Pontuação das Provas

Organização, envolvimento e disciplina – 240 pontos

Grito de guerra – 240 pontos

Nome da equipe – 300 pontos

Caracterização – 280 pontos

Animação – 300 pontos

Símbolo – 300 pontos

Cartaz – 300 pontos

Folder – 260 pontos

Ação solidária na comunidade – 100 pontos

Cadastro de catador e apresentação – 100 pontos

Coleta de material reciclado – 1.141,10 pontos

Apresentação de telejornal – 300 pontos

Produção textual – 240 pontos

TOTAL GERAL – 4.101,10 pontos

EQUIPE 01 – ONÇA PINTADA (3º LUGAR) - TARDE

Pontuação – Coleta de Material Reciclável

PET-716 pontos

Vidro-385 pontos

Caixa grande-120 pontos

Caixa pequena-15 pontos

Latinhas-24 pontos

Embalagem de Plástico-32 pontos

Lata-2,50 pontos

Pneus-0,60 pontos

Bandeja de ovos-0,10 pontos

Embalagem (danone/todinho)-1,65 pontos

Outros materiais (peça de ferro e panela)-7 pontos

Total – 1.303,85 pontos

Pontuação das Provas

a) Organização, envolvimento e disciplina – 240 pontos

b) Grito de guerra – 300 pontos

c) Nome da equipe – 240 pontos

d) Caracterização – 260 pontos

e) Animação – 300 pontos

f) Símbolo – 260 pontos

g) Cartaz – 220 pontos

h) Folder – 280 pontos

i) Ação solidária na comunidade – 100 pontos

j) Cadastro de catador e apresentação – 100 pontos

l) Coleta de material reciclado – 1.303,85 pontos

m) Apresentação de telejornal – 240 pontos

n) Produção textual – 220 pontos

TOTAL GERAL – 4.063,85 pontos

EQUIPE 04 – OS INCRÍVEIS DA NATUREZA (4º LUGAR) – TARDE

Pontuação – Coleta de Material Reciclável

PET-776 pontos

Vidro-430,50 pontos

Caixa grande-111 pontos

Sacola de jornal ou papel-4 pontos

Latinhas-15 pontos

Embalagem de Plástico-51 pontos

Lata-4 pontos

Bandeja de ovos-3,20 pontos

Tampinhas-0,80 pontos

Outros materiais (plaquinhas de ferro, palitos, bolsa e boné)-8 pontos

Total – 1.403,50 pontos

Pontuação das Provas Organização, envolvimento e disciplina – 280 pontos

Grito de guerra – 180 pontos

Nome da equipe – 280 pontos

Caracterização – 280 pontos

Animação – 240 pontos

Símbolo – 260 pontos

Cartaz – 280 pontos

Folder – 240 pontos

Ação solidária na comunidade – 20 pontos

Cadastro de catador e apresentação – 60 pontos

Coleta de material reciclado – 1.403,50 pontos

Apresentação de telejornal – 280 pontos

Produção textual – 240 pontos

TOTAL GERAL – 4.043,50 pontos

EQUIPE 05 – RECICLAR PARA PRESERVAR (5º LUGAR) - TARDE

Pontuação – Coleta de Material Reciclável

PET -812 pontos

Vidro-70 pontos

Caixa grande-12 pontos

Latinhas-1,50 pontos

Embalagem de Plástico-15,50 pontos

Embalagem (danone/todinho)-0,45 pontos

Tampinhas-0,50 pontos

Outros materiais (calota de carro e plástico grande)-8 pontos

Total – 919,95 pontos

Pontuação das Provas

Organização, envolvimento e disciplina – 280 pontos

Grito de guerra – 300 pontos

Nome da equipe – 300 pontos

Caracterização – 260 pontos

Animação – 280 pontos

Símbolo – 260 pontos

Cartaz – 240 pontos

Folder – 240 pontos

Ação solidária na comunidade – 100 pontos

Cadastro de catador e apresentação – 100 pontos

Coleta de material reciclado – 919,95 pontos

Apresentação de telejornal – 260 pontos

Produção textual – 180 pontos

TOTAL GERAL – 3.719,95 pontos

quarta-feira, 28 de maio de 2008

EQUIPE 02 – RECICLA PARA VIVER (6º LUGAR) - TARDE

Pontuação – Coleta de Material Reciclável

PET-772 pontos

Vidro-91 pontos

Caixa grande-6 pontos

Caixa pequena-7,50 pontos

Latinhas-18 pontos

Embalagem de Plástico-49,50 pontos

Lata-0,50 pontos

Bandeja de ovos-0,20 pontos

Embalagem (danone/todinho)-2,40 pontos

Tampinhas-0,20 pontos

Outros materiais (bacia)-4 pontos

Total – 951,30 pontos

Pontuação das Provas

a) Organização, envolvimento e disciplina – 240 pontos

b) Grito de guerra – 240 pontos

c) Nome da equipe – 260 pontos

d) Caracterização – 260 pontos

e) Animação – 280 pontos

f) Símbolo – 260 pontos

g) Cartaz – 220 pontos

h) Folder – 200 pontos

i) Ação solidária na comunidade – 100 pontos

j) Cadastro de catador e apresentação – 100 pontos

k) Coleta de material reciclado – 951,30 pontos

l) Apresentação de telejornal – 280 pontos

m) Produção textual – 200 pontos

TOTAL GERAL – 3.591,30 pontos